Publicidade

TÚNEL DO TEMPO- GERINO BELMIRO DOS SANTOS (1913 – 1986)

MANDATOS 1965 – 1970 e 1970 – 1973

 

Gerino Belmiro dos Santos (1913-1986). (Foto Acervo Miguel Simão)

 

Natural da Fazenda da Armação, bairro do município de Governador Celso Ramos, e filho de Belmiro Francisco dos Santos e de Maria Júlia dos Santos, Gerino Belmiro dos Santos nasceu no dia 13 de abril de 1913.

Vivendo numa comunidade pobre, teve que muito cedo ajudar seu pai no trabalho, indo para pesca ainda criança.

Na pesca, ajudava na renda da família e logo aprendeu a negociar com pescados. Entre idas e vindas de Armação a Florianópolis, levava o pescado que ele pescava e o que comprava dos amigos pescadores para negociar.

Fortalecido no comércio, deixou a pesca definitivamente e passou a se dedicar exclusivamente aos negócios de compra e venda de pescados.

Gerino foi casado com a senhora Normandina Josina dos Santos.

Envolvido no movimento político da região, passou a ocupar o cargo de Fiscal de Pesca. Ness momento começou a lutar em prol dos amigos pescadores,  orientando-os com as documentações que eram feitas em Florianópolis, junto a Capitânia de Pesca.

Sendo um dos líderes do PSD (Partido Social Democrático) do Distrito de Ganchos, candidatou-se a vereador pelo município de Biguaçu, no pleito de 1962, não se elegendo.

Após a emancipação do município de Ganchos, em 1963, Gerino Belmiro dos Santos representava um forte nome para concorrer a uma cadeira do Legislativo Gancheiro. Candidatou-se, e nas eleições de 1965 foi eleito no pleito de 03 de outubro, vindo a assumir sua função na Câmara no dia 15 de novembro do mesmo ano.

Durante esse mandato, no dia 06 de fevereiro de 1968, foi eleito vice-presidente da Mesa Diretora e reeleito no dia 04 de fevereiro de 1969.

Representando o bairro Fazenda de Armação, lutou pela abertura da estrada que contempla os bairros de Fazenda de Armação, Costeira, Caieira, para terem com acesso à BR 101, grande necessidade da população daqueles locais.

Nas eleições de 1969 é novamente candidato ao Legislativo de Governador Celso Ramos (nessa eleição o nome do município já havia mudado para Governador Celso Ramos) se elegendo novamente  para o mandato de 1970 a 1973.

Em votação na Câmara Municipal de Governador Celso Ramos para a escolha da nova Mesa Diretora, o vereador Gerino Belmiro dos Santos foi eleito presidente da Casa Legislativa.

Em nova eleição para a Mesa Diretora, que aconteceu no dia 01 de fevereiro de 1972, o vereador foi eleito vice-presidente.

Com sua popularidade em alta Gerino tem seu nome indicado a concorrer a prefeitura na sucessão de João Baldança Sobrinho, mas por articulações dos membros da ARENA )Aliança Renovadora Nacional,  acabou cedendo a vaga ao candidato Nagib de Oliveira Campos que concorreu como candidato único.

Nas eleições de 1976, Gerino representou sua sigla partidária (ARENA 2 – Aliança Renovadora Nacional), sendo candidato a prefeito da cidade, concorrendo contra o candidato Aristo Gabriel da Silva, que representava a sigla ARENA 1. Nesse pleito, Gerino foi derrotado pelo opositor, contudo, continuou a participar do movimento político da cidade até sua morte, ocorrida no dia 14 de outubro de 1986.

(Texto: Miguel Simão, historiador)

Publicidade