Publicidade

Profissional de Odontologia da Estácio lista também os cuidados que devemos ter com a abertura gradual do comércio

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, diversos estudos alertam sobre os cuidados que devemos ter com a saúde de forma geral, para evitar a contaminação e proliferação da doença. Cuidados básicos como lavar as mãos, utilizar máscaras em ambiente externo e respeitar o distanciamento adequado são alguns dos fatores.

Outro fator importante para evitar a contaminação, é redobrar os cuidados com a saúde bucal. Afinal, é através de gotículas de saliva que o vírus também se manifesta. Fernando Endo, coordenador do curso de Odontologia da Estácio Ceará, lista alguns desses alertas:

*Ferimentos bucais podem influenciar na contaminação do coronavírus?

Muitas lesões de boca podem estar relacionadas a outras comorbidades, como por exemplo, o Diabetes. Tendo uma má higiene aumentamos lesões, feridas, sangramentos, o que são portas abertas às infecções. Por isso é importante redobrarmos a higiene bucal nesse período.

*Dizem que é essencial manter uns bons hábitos bucais para ter uma boa saúde. Mas como podemos identificar que a nossa boca merece um pouco mais de atenção?

Existem alguns sinais que indicam que devemos procurar o profissional em Odontologia: Sangramento da Gengiva, mal hálito, lesões/aftas recorrentes, lesões que não se cicatrizam a mais de 15 dias, dores nos dentes/boca/músculos da mastigação/estalos na mandíbula, dentes moles, e dentes “furados”, dentre outros.

*Escovar os dentes sempre depois de sair de casa ajuda na prevenção do coronavírus?

O vírus é uma infecção de vias aéreas, a boca faz parte deste sistema também e possui receptoras mais susceptíveis ao Covid, sendo assim é importante que, da mesma forma que quando retornamos de uma saída de nossos lares, devemos lavar bem as mãos, higienizar produtos e materiais que estamos trazendo de fora, devemos higienizar nossa boca, seja com uma boa escovação ou complementada com um bochecho com solução adequada, garantindo assim que possamos diminuir a chance de contagio/infecção.

*Deixar as escovas de dentes próximas umas das outras aumenta o risco de contaminação?

Se temos uma bactéria ou vírus em nossa cavidade bucal, o toque de uma escova de dentes com outra, poderá transferir este microrganismo. Devemos assim mantê-las distantes e higienizá-las sempre que possível com solução adequada.

*A quantidade de creme dental influencia na saúde bucal?

O creme dental com flúor e outras substâncias devem ser usados e agregam benefícios, mas, uma escovação mal realizada com um excesso de creme dental não será tão eficiente. Portanto, não é a quantidade de creme dental que valida a eficiência de sua escovação.

*Quais os cuidados que devemos ter com o retorno aos restaurantes e comércios nesse período de pandemia?

É fundamental redobrar todo e qualquer tipo de cuidado nestes ambientes. Por mais higienizados que talheres, copos, e os demais itens possam estar, estes são passados de mão em mão até chegar a sua. Como temos o hábito de levar as mãos ao rosto, o risco de contaminação aumenta. É ideal conferir a individualidade de cada item.

 

Márcia Oliveira – Jornalista

 

https://chat.whatsapp.com/IG6sLw6aHO5CjRXeBtSCkM

Clique no link acima e receba gratuitamente notícias do JBFOCO regional. Nesse grupo não existe interação. Somente recebimento de matérias jornalísticas de Biguaçu, Antônio Carlos, Governador Celso Ramos e região.

Publicidade