Réu era companheiro da avó de duas meninas de quatro e cinco anos. Após seguidos abusos, as meninas relataram os fatos à família, que buscou auxílio da Polícia. Ministério Público atuou no caso.

 

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) obteve a condenação de um homem a mais de 30 anos de prisão pelo abuso sexual de duas crianças de quatro e cinco anos. O réu era companheiro da avó das meninas e se aproveitou do fato de morarem na mesma casa e de ter autoridade sobre as crianças para cometer os abusos. Os crimes ocorreram em maio deste ano.

A ação penal foi ajuizada pela 3ª Promotoria de Justiça de Gaspar e relata que o homem ficava sozinho em casa com as meninas. Após seguidos abusos, elas relataram os fatos à família, que buscou auxílio da Polícia.

De acordo com a Promotora de Justiça Stephani Gaeta Sanches, o homem fugiu logo que as crianças contaram os fatos à família. Porém, depois da expedição de um mandado de prisão, foi localizado pela Polícia Civil, preso e, em seguida, processado pelo Ministério Público.

A sentença foi prolatada na quarta-feira, 19, e o homem condenando à pena de 30 anos, sete meses e três dias de reclusão, em regime inicialmente fechado, e ao pagamento de 28 dias-multa. A decisão é passível de recurso, porém, preso preventivamente desde a época dos fatos, depois da tentativa de fuga, o réu não poderá recorrer em liberdade.

Com informações do Ministério Público de Santa Catarina.

https://chat.whatsapp.com/IG6sLw6aHO5CjRXeBtSCkM

Clique no link acima e receba gratuitamente notícias do JBFOCO regional. Nesse grupo não existe interação. Somente recebimento de matérias jornalísticas de Biguaçu, Antônio Carlos, Governador Celso Ramos e região.