Quem diria! O partido Progressista de Biguaçu virou pó na cidade. Só elegeu um vereador e teve o candidato a prefeito amargando uma das maiores derrotas eleitorais da cidade.

Isso deve-se ao modo arrogante com que a sigla foi conduzida. O PP já teve a sua áurea nos tempos dos ex-prefeitos Arlindo Corrêa (in memoriam) e Castelo, mas nesse momento não tem representatividade e pelos resultados das urnas mostrou muita fraqueza.

A administração Ramon ajudou na queda do PP pois sua gestão medíocre acendeu a ira do povo que quis mudar radicalmente o governo em 15 de novembro último.

Agora é tentar levantar a poeira e fazer uma faxina geral. No entanto, isso é uma tarefa difícil para um partido fisiologista.

 

PP teve seus anos de glória nas administrações Castelo e Arlindo (in memoriam). (Foto Arquivo JBFoco)

 

https://chat.whatsapp.com/D7vhA0aRnv1AwiF51xznxl

Clique no link acima e receba gratuitamente notícias do JBFOCO regional. Nesse grupo não existe interação. Somente recebimento de matérias jornalísticas de Biguaçu, Antônio Carlos, Governador Celso Ramos e região.