No bom cenário: aulas presenciais; no pior, aulas pelas internet. Eis o que informa a assessoria de imprensa da prefeitura de Palhoça: “A Secretaria Municipal de Educação de Palhoça definiu o calendário escolar para o ano letivo de 2021, com definição da volta dos estudantes às salas de aula, mas sem abandonar a opção do desenvolvimento de atividades remotas. (Tradução: se a coisa não melhorar, será mesmo pela internet).

A data para o retorno das aulas, em 17 de fevereiro, com o turno vespertino, foi definida durante reunião do prefeito Eduardo Freccia e membros da Educação.

O currículo escolar prevê atividades híbridas, permitindo o retorno de crianças e adolescentes às salas de aula, na forma presencial, seguindo rigorosas regras sanitárias, ou buscando o caminho da interação de forma remota. Essa opção poderá ser adotada a critério dos pais e/ou responsáveis, se preferirem manter o distanciamento social.

A definição da data de retorno de atividades curriculares de forma presencial, nas escolas da rede municipal de ensino de Palhoça, ocorreu após reunião convocada pelo prefeito Eduardo Freccia, envolvendo membros da Secretaria Municipal de Educação. Palhoça optou pela flexibilização do calendário. O atendimento vai funcionar no sistema híbrido, com aulas presenciais e remotas.

Após o encontro, o prefeito anunciou a data do início do calendário escolar no município (17 de fevereiro), e disse que “nenhuma criança ou adolescente será obrigada a frequentar a escola, podendo optar pelo formato do ensino remoto. Para isso, basta que seus pais ou responsáveis procurem a Secretaria de Educação, para assinar um termo, solicitando que o aluno estude no sistema remoto em casa”. Freccia explica que o acompanhamento curricular poderá ser pelo computador, se houver possibilidade, ou os pais devem retirar o material impresso de estudo na escola.

Segundo o prefeito, os alunos cujos pais optarem pelo presencial vão ter aulas normalmente, respeitando o distanciamento de 1,5 m e a capacidade de 50% na sala de aula. “Vamos manter todos os protocolos de segurança, conforme determina a lei, para que tenhamos total segurança nesse retorno, até que ultrapassemos esse período da pandemia”, comentou Eduardo Freccia.

A secretária de Educação, Shirley Nobre Scharf, explicou que, pela manutenção do distanciamento, se uma turma somar mais alunos do que a capacidade da sala, então serão criados dois grupos. A orientação é que numa semana um grupo participe das atividades presenciais e na outra a segunda turma permanece na sala. O grupo que não estiver na sala, participará das atividades de forma remota. “Ninguém vai ficar sem atividade escolar”, garante Shirley Scharf.

Sobre as matrículas

Para as crianças de 0 a 5 anos, que frequentarão os centros de educação infantil, a matrícula pode ser efetuada através do Portal do Cidadão / Palhoça, ou na creche mais próxima da residência dos pais e/ou responsáveis. A Secretaria de Educação informa que serão disponibilizadas 1.500 novas vagas.

Para o ensino fundamental, as inscrições serão disponibilizadas no período de 5 a 8 de fevereiro, no portal da Prefeitura de Palhoça ou na secretaria da escola pretendida.”

 

Reunião com o prefeito de Palhoça, Eduardo Freccia. (Foto Adriel Douglas PMP)

https://chat.whatsapp.com/KGHnAVR0IDg76hT4dBMrAX

Clique no link acima e receba gratuitamente notícias do JBFOCO regional. Nesse grupo não existe interação. Somente recebimento de matérias jornalísticas de Biguaçu, Antônio Carlos, Governador Celso Ramos e região.