Publicidade

Investigadores acreditam que Dario, um coelhão de 1,29 metros de comprimento, foi furtado de dentro do quintal dos donos na Inglaterra. Dona oferece 2.000 libras de recompensa, algo como R$ 15 mil.

A polícia britânica informou nesta terça-feira (13) que investiga o paradeiro de Dario, o “maior coelho do mundo”, desaparecido no fim de semana.

Os investigadores acreditam que o coelhão de 1,29 metros de comprimento foi furtado de dentro do quintal dos donos na cidade de Stoulton, na Inglaterra.

Annette Edwards, criadora do animal, ofereceu 2.000 libras de recompensa para quem encontrar e devolver seu pet, isso dá cerca de R$ 15 mil.

Edwards, ex-modelo da Playboy de 68 anos, lamentou o furto e disse que Dario, de 11 anos, “é muito velho para procriar”.

Ainda segundo ela, o coelhão precisa seguir uma dieta especial e que sem a alimentação específica, estaria em risco.

“Cada animal é um indivíduo que não pode ser substituído”, disse Edwards em entrevista ao jornal britânico “The Daily Telegraph”.

Em 2010 Dario, coelho da raça gigante continental – ou gigante alemão –, recebeu o título de “maior coelho vivo” pelo livro dos recordes.

Com informações do G1

Publicidade