Por: Ozias Alves Jr. | 10/01/2019

Na terça-feira desta semana (08/01), moradores de uma cidade do oeste de Santa Catarina chamada Maravilha depararam-se com um brutalidade contra animais nunca antes vistas naquelas paragens: alguém decapitou um cachorro (tudo indica que por machado) e, não contente, jogou algum líquido inflamável e ateou fogo.

Ainda não há pistas de quem praticou o crime. Se pego, o cidadão poderá pegar de três meses a um ano de prisão, além de multa. Mas apesar da gravidade do ato, a legislação brasileira prevê que, em condenações com penas “baixas”, o condenado não vai para a cadeia, mas sim deverá prestar serviços à comunidade.

Uma ONG de defesa dos animais está investigando uma câmera de segurança que talvez tenha captado imagens do matador do cachorro, pois fica próximo ao local onde o animal foi encontrado.

Pela brutalidade do crime, tudo indica que o animal tenha feito algo que acabou desencadeando uma raiva extrema ao ponto do matador não ter se saciado em cortar a cabeça do bicho, mas quis também, como se fosse querer matar o bicho duas vezes, para deixá-lo “bem morto”, queimá-lo, o que indica uma vingança descontrolada.

O que o levou a esse extremo?

 

 

É muito FÁCIL receber notícias gratuitamente e concorrer a uma bicicleta!

JBFoco

#jbfocowhattsapp

  1. Envie uma mensagem no whattsapp para o número (48) 9-8484-7539 com a palavra OK!

  2. Além de receber notícias GRATUITAMENTE, você concorrerá a uma bicicleta.

Prêmio a ser sorteado: Bicicleta Aro 26 Beach 18V

Sorteio: Dia 05.03.2019 ( 05 de março de 2019)

Quem já recebe as reportagens pelo whattsapp está concorrendo automaticamente.