Por: Ozias Alves Jr. | 10/03/2018

Fabiana mora no bairro Fundos e todo dia ela vem com sua cadeira de rodas motorizada até a praça Nereu Ramos para vender seus doces. No entanto, ela tem de ir pela rua desviando dos carros, enfim um perigo diário.

Em respeito a ela, a prefeitura de Biguaçu deveria no mínimo arrumar a calçada da casa dela até o centro de Biguaçu. Isso não é coisa do outro mundo. É respeito. Ela não está pedindo esmola. Está trabalhando. Ela é uma cidadã trabalhadora.

 

 

Cadeirante Fabiana Costa percorrendo as ruas de Biguaçu para vender seus doces na praça. (Foto Divulgação)

 

AVISO 

Receba gratuitamente notícias da comarca de Biguaçu em seu whatsapp. Clique no link abaixo, adicione nosso número (4898484-7539) e dê um OK.

bit.ly/WhatsJBFoco