Por: Ozias Alves Jr. | 18/11/2018

A notícia vem da TV em Foco. Diz a citada TV: “Na última quinta-feira (15/11), foi realizada as Eleições para Diretoria Executiva e Conselho Fiscal, por experiência, sabe-se que, quando qualquer associação tem uma diretoria inapta ou bronca, o resultado não é outro senão o do desastre em vários sentidos.

Temos um exemplo clássico em Biguaçu, a atual Diretoria da Associação, Comunitária e Recreativa Biguá Futebol Clube em uma sequência de erros, tenham sido eles intencionados ou por falta de entendimento, não importa, o fato é que vem desobedecendo e ferindo frontalmente o que preceituam os artigos, parágrafos e incisos do Estatuto daquela associação.

Não cumpriu o que termina o artigo 27º Letras B), C), D), E), G) que reza sobre as Prestações de Contas efetivadas em Assembleias Geral Extraordinária, não as fazendo nos anos 2014, 2015, 2016, 2017 e 2018 o que por sua vez invoca o artigo 41º quanto à Destituição de Diretoria pelo não cumprimento de seu estatuto.

Não cumpriu o que determina o artigo 8º que reza sobre as Assembleias Gerais Ordinárias anuais, não as fazendo nos anos 2014, 2015, 2016, 2017 e 2018 o que por sua vez o que por sua vez invoca o artigo 41º quanto à Destituição de Diretoria pelo não cumprimento de seu estatuto.”

 

ARTIGOS

Continua a TV em Foco: “Não cumpriu o que determina o artigo 53º parágrafo segundo que reza sobre as Eleições, quanto a criação da Comissão para Eleições, quanto a obediência aos prazos para o Edital de Convocação, quanto ao direito de voto dos associados, o que por sua vez o que por sua vez invoca o artigo 41º quanto à Destituição de Diretoria pelo não cumprimento de seu estatuto.

O vídeo abaixo comprova que o processo eleitoral foi ilegal, visto que o Presidente Valdir Carvalho com membros da atual diretoria e membros da única chapa concorrente, estavam apurando a votação, o que não é permitido no Estatuto do Biguá em relação as eleições da Diretoria Executiva e do Conselho Fiscal.”

 

EDITAL

Segue a notícia: “O edital de convocação não obedeceu o artigo 45º que reza 30 dias de antecedência a data da eleição, o edital foi publicado dia 19 de outubro e a eleição foi dia 15 de novembro, bem como também o edital não respeito o artigo 46º Letra A)que reza que o último prazo para inscrição das chapas deverão ocorrer até o 20º dias antes da eleição o que daria o dia 25 de outubro o prazo final, porém a única chapa inscrita protocolou no dia 05 de novembro, mais uma vezes não cumprindo o que manda o Estatuto.

O edital de convocação não obedeceu o artigo 51º que reza a convocação para eleição do Conselho Fiscal.

ESTATUTO

Continua: “Não cumpriu o que determina nos Estatutos quanto aos registros de Atas de Assembleias Gerais Ordinárias, principalmente quando nelas ocorreu Eleições, não registrando em Cartório as havidas nos anos 2017 E 2018, o que por sua vez o que por sua vez invoca o artigo 41º quanto à Destituição de Diretoria pelo não cumprimento de seus estatutos.

O resultado é a total fragilização do corpo de associados e da forma republicana e democrática adotada em seus estatutos de acordo com o Novo Código Civil Brasileiro, já que é perceptível que no vídeo postado pela diretoria não há a presença de eleitores, tanto que tiveram que chamar a presença de um policial militar para abertura da urna, total desconhecimento, despreparo e entendimento do que é uma associação e falta de respeito e obediência ao estatuto. Lamentável!!!”

BIGUÁ

Finaliza a TV: “Resta dizer que a TV em Foco sempre atento à verdade, apoiará de forma irrestrita os anseios daqueles que se sentiram prejudicados com essa atual diretoria, tanto associados como o próprio Conselho Fiscal que nas palavras do atual Presidente, Valdir Carvalho, essa parte de uma associação “não existe”. Com certeza o resultado final será decidido em juízo.

Ou essa diretoria executiva é cega ou analfabeta ou ainda, está usando da má fé com a associação e com os associados!”

 

ESPAÇO

O jornal Biguaçu em Foco dá espaço para a manifestação dos citados na matéria. É só contatar-nos.

VÍDEO

A ELEIÇÃO DO BIGUÁ SERÁ ANULADA NA JUSTIÇA POR IRREGULARIDADES AO DEIXAR DE CUMPRIR O ESTATUTO

A ELEIÇÃO DO BIGUÁ SERÁ ANULADA NA JUSTIÇA POR IRREGULARIDADES AO DEIXAR DE CUMPRIR O ESTATUTONa última quinta-feira (15), foi realizada as Eleições para Diretoria Executiva e Conselho Fiscal, por experiência, sabe-se que, quando qualquer associação tem uma diretoria inapta ou bronca, o resultado não é outro senão o do desastre em vários sentidos. Temos um exemplo clássico em Biguaçu, a atual Diretoria da Associação, Comunitária e Recreativa Biguá Futebol Clube em uma sequência de erros, tenham sido eles intencionados ou por falta de entendimento, não importa, o fato é que vem desobedecendo e ferindo frontalmente o que preceituam os artigos, parágrafos e incisos do Estatuto daquela associação.Não cumpriu o que termina o artigo 27º Letras B), C), D), E), G) que reza sobre as Prestações de Contas efetivadas em Assembleias Geral Extraordinária, não as fazendo nos anos 2014, 2015, 2016, 2017 e 2018 o que por sua vez invoca o artigo 41º quanto à Destituição de Diretoria pelo não cumprimento de seu estatuto.Não cumpriu o que determina o artigo 8º que reza sobre as Assembleias Gerais Ordinárias anuais, não as fazendo nos anos 2014, 2015, 2016, 2017 e 2018 o que por sua vez o que por sua vez invoca o artigo 41º quanto à Destituição de Diretoria pelo não cumprimento de seu estatuto. Não cumpriu o que determina o artigo 53º parágrafo segundo que reza sobre as Eleições, quanto a criação da Comissão para Eleições, quanto a obediência aos prazos para o Edital de Convocação, quanto ao direito de voto dos associados, o que por sua vez o que por sua vez invoca o artigo 41º quanto à Destituição de Diretoria pelo não cumprimento de seu estatuto.O vídeo abaixo comprova que o processo eleitoral foi ilegal, visto que o Presidente Valdir Carvalho com membros da atual diretoria e membros da única chapa concorrente, estavam apurando a votação, o que não é permitido no Estatuto do Biguá em relação as eleições da Diretoria Executiva e do Conselho Fiscal. O edital de convocação não obedeceu o artigo 45º que reza 30 dias de antecedência a data da eleição, o edital foi publicado dia 19 de outubro e a eleição foi dia 15 de novembro, bem como também o edital não respeito o artigo 46º Letra A)que reza que o último prazo para inscrição das chapas deverão ocorrer até o 20º dias antes da eleição o que daria o dia 25 de outubro o prazo final, porém a única chapa inscrita protocolou no dia 05 de novembro, mais uma vezes não cumprindo o que manda o Estatuto. O edital de convocação não obedeceu o artigo 51º que reza a convocação para eleição do Conselho Fiscal. Não cumpriu o que determina nos Estatutos quanto aos registros de Atas de Assembleias Gerais Ordinárias, principalmente quando nelas ocorreu Eleições, não registrando em Cartório as havidas nos anos 2017 E 2018, o que por sua vez o que por sua vez invoca o artigo 41º quanto à Destituição de Diretoria pelo não cumprimento de seus estatutos.O resultado é a total fragilização do corpo de associados e da forma republicana e democrática adotada em seus estatutos de acordo com o Novo Código Civil Brasileiro, já que é perceptível que no vídeo postado pela diretoria não há a presença de eleitores, tanto que tiveram que chamar a presença de um policial militar para abertura da urna, total desconhecimento, despreparo e entendimento do que é uma associação e falta de respeito e obediência ao estatuto. Lamentável!!!Resta dizer que a TV em Foco sempre atento à verdade, apoiará de forma irrestrita os anseios daqueles que se sentiram prejudicados com essa atual diretoria, tanto associados como o próprio Conselho Fiscal que nas palavras do atual Presidente, Valdir Carvalho, essa parte de uma associação “não existe”. Com certeza o resultado final será decidido em juízo.Ou essa diretoria executiva é cega ou analfabeta ou ainda, está usando da má fé com a associação e com os associados!

Posted by TV em Foco on Friday, November 16, 2018

 

AVISO

Receba gratuitamente notícias da comarca de Biguaçu em seu whatsapp. Clique no link abaixo, adicione nosso número (4898484-7539) e dê um OK.

bit.ly/WhatsJBFoco