Por: Ozias Alves Jr. | 11/06/2018

Os vereadores da oposição estão indignados com a farra das marmitas. Ramon licitou 35.620 marmitas pela fortuna de R$ 427 mil.

Segundo eles, o que chama a atenção é o Termo de Referência, digitado com erros de português, que não tem escrito onde a vigilância sanitária entra nos termos da produção e entrega dessas marmitas.

Questionam também a competência e a qualificação do diretor executivo, Leandro de Souza Cunha, em obedecer o que a legislação manda em fazer o termo de referência. Parece algo de goela abaixo pois está fora da legislação.

 

Décio Baixo Alves

E-mail: decio@jbfoco.com.br

 

AVISO
Receba gratuitamente notícias da comarca de Biguaçu em seu whatsapp. Clique no link abaixo, adicione nosso número (4898484-7539) e dê um OK.
bit.ly/WhatsJBFoco