Por: Ozias Alves Jr. | 09/02/2018

Depois do carnaval, não vai durar muito tempo para a prefeitura de Biguaçu emitir talões do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano)  e enviar aos munícipes pagarem sob a alegação chavão de que esse pagamento vai se transformar em “obras” pela cidade.

Para os moradores da servidão Bertoldo José da Costa, no bairro Fundos, Biguaçu, isso não passa do mais puro “papo furado”. Eles pagam o IPTU, mas o “básico do básico” que é ter sua vida devidamente pavimentada não passa de um “sonho distante”.

A foto já diz tudo. Até quando a Secretaria Municipal de Obras vai ignorar essa servidão?