Por: Ozias Alves Jr. | 11/10/2017

Alessandro Baratta, professor de ensino religioso na Escola Estadual Avelino Müller, situada no bairro Vendaval, aproveitou a ocasião da proximidade do “Dia da Criança” para pedir a seus alunos que escrevessem uma redação com o tema “Brasil, Sonho de Criança”.

O que chamou a atenção do professor Alessandro com relação às redações das crianças foi o grau de pessimismo com relação ao futuro do Brasil. Temas como corrupção, violência doméstica, insegurança e drogas encontram-se nas redações de alunos tão jovens.

Num país decente, a infância seria mais tranquila. As crianças falariam de suas famílias, diversões, colegas, brincadeiras, cachorros, passeios, enfim, assuntos típicos da infância, mas no Brasil atual, isso não vem ocorrendo. Desde bem cedo, as crianças estão sofrendo com estresse da insegurança em todos os aspectos e isso está refletido nas redações.

“A sociedade brasileira está em crise e isso reflete nas nossas crianças e adolescentes. Essas redações vejo como um pedido de socorro de uma juventude que está perdendo sua infância e inocência. Não adianta tampar o sol da peneira”, observa.

O professor Alessandro trouxe três redações para que o público leia e confira como os textos refletem os descaminhos do Brasil moderno. Ele preferiu não fazer qualquer correção para deixar os documentos ipsis litteris, o retrato dos tempos difíceis em que vivemos.

Redação 01

 

Redação 02

Redação 02

 

Redação 03.01

Redação 03.02