Por: Ozias Alves Jr. | 09/01/2019

O serviço de SAMU em Biguaçu está inoperante. Se algum acidente acontecer e o povo de Biguaçu precisar do SAMU, vai ter que esperar esse serviço da cidade vizinha. E isso vêm indignando o líder comunitário João Vianei que está organizando uma passeata da UPA até o MP de Biguaçu no próximo dia 5 para forçar com que o SAMU volte a funcionar na cidade. Até porque, segundo ele, a vinda da verba de R$ 21.900,00 (vinte e um mil e novecentos reais) mensais que banca o SAMU continua a ser depositada na conta da prefeitura.

Vianei está muito chateado também porque não recebe resposta do prefeito Ramon e de usa secretária Gê sobre o cancelamento desse serviço tão importante para a comunidade desde o fim de outubro do ano passado. A falta de transparência do governo de Biguaçu é um retrato da forma ditatorial com que Ramon administra a cidade.

 

João Vianei: indignado com a falta de transparência da prefeitura e o cancelamento do SAMU. (Foto Arquivo JBFoco)

Gê: cadê o SAMU secretária?(Foto Arquivo JBFoco)

Prefeito Ramon: não responde questionamentos sobre o cancelamento dos serviços do SAMU. (Foto Arquivo JBFoco)

 

É muito FÁCIL receber notícias gratuitamente e concorrer a uma bicicleta!

JBFoco

#jbfocowhattsapp

  1. Envie uma mensagem no whattsapp para o número (48) 9-8484-7539 com a palavra OK!

  2. Além de receber notícias GRATUITAMENTE, você concorrerá a uma bicicleta.

Prêmio a ser sorteado: Bicicleta Aro 26 Beach 18V

Sorteio: Dia 05.03.2019 ( 05 de março de 2019)

Quem já recebe as reportagens pelo whattsapp está concorrendo automaticamente.