Por: Ozias Alves Jr. | 01/10/2018

Na noite dessa segunda-feira (01/10), em um evento na OAB-SC, foi lançado o primeiro Observatório Social Estadual do país, unidade que já surge integrando representantes de Observatórios Sociais Municipais – Florianópolis, Criciúma, Blumenau, Brusque, Itajaí, Imbituba, Rio do Sul, Lages e Chapecó, ue representam um total de 27 instalados em diferentes cidades catarinenses.

O presidente do Observatório Social Brasil (OSB), Ney Ribas, conversou com a Coluna Pelo Estado e contou que o objetivo inicial será acompanhar as contas do Executivo e do Legislativo de Santa Catarina, avançando para outros poderes e estruturas públicas na proporção em que houver estrutura. Segundo explicou, não se trata de uma organização denuncista, sensacionalista ou policialesca. “Pelo contrário, o que nós buscamos é alertar a ocorrência de qualquer divergência entre valores públicos. Tanto que nossa primeira medida é ir conversar com o responsável por aquele espaço. Alertamos para o problema de forma preventiva.

Não havendo a correção, aí sim é nossa obrigação social encaminhar a questão para os canais competentes”, disse Ribas. Para se ter uma ideia do que significa o trabalho do OSB, a soma das ações realizadas nos 138 municípios do país que afiliados ao sistema significou a economia de mais de R$ 3 bilhões só nos últimos quatro anos e só até o primeiro quadrimestre de 2018. O Observatório Social Estadual nasce com o apoio de 40 entidades e organizações, mas está aberto à participação de qualquer pessoa, seja física ou jurídica. Entre as condições impostas para o voluntário é que não tenha filiação ou militância político-partidária. Nos últimos cinco anos, o Sistema OSB cresceu 110%, estando presente em mais de 130 cidades de 16 Estados brasileiros, sendo 20% deles em Santa Catarina. “Não adianta se indignar. É preciso atitude. E o protagonismo de Santa Catarina mostra que o estado está na vanguarda”, destacou o presidente do OSB ao falar que os próximos a criarem estruturas estaduais devem ser Minas Gerais e Paraná.

O Secretário de Estado da Justiça e Cidadania, Leandro Antonio Soares Lima, palestrou para um grupo de professores universitários, mestrandos e doutorandos no Institute of Directors, em Londres. Ele está na Inglaterra a convite da Educa Foundation, uma instituição sem fins lucrativos, fundada por brasileiros que vivem no exterior e que querem contribuir na busca de soluções para os desafios enfrentados pelo Brasil. O tema central da palestra foi a ressocialização de presos, com foco nas atividades laborais e na valorização do servidor público. O convite veio após o destaque do Sistema Prisional de Santa Catarina no cenário nacional, evidenciado através II Mostra Laboral do Sistema Prisional Brasileiro.

A última semana antes das eleições é sempre a mais tensa. Não à toa. Além de os candidatos terem que correr ainda mais contra o tempo para conquistar votos de um lado e tentar impedir perdas de outros, agora, com o advento das redes sociais, é necessário um controle absoluto de tudo o que sai no mundo virtual. Todos os alertas feitos pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SC) contra as fake news devem ter surtido efeito no volume, mas ainda tem gente que tenta prejudicar adversários políticos na base do boato.

Nessa guerra de informação e contra informação, cabe ao eleitor pesquisar ainda mais profundamente seus candidatos. E, se receber mensagens atacando outros postulantes, verificar bem se é verdade antes de repassar. A maldade de quem planeja esse tipo de rede de intrigas pode respingar nos mais desavisados.

No debate realizado pela RIC TV Record entre os candidatos ao governo do Estado, no sábado (29). chamou a atenção a relação com os demais componentes das majoritárias. Nas considerações finais, Gelson Merisio (PSD) citou seus parceiros, o vice João Paulo Kleinübing e os candidatos ao Senado, Raimundo Colombo e Esperidião Amin. O mesmo aconteceu com Délio Lima (PT), que agradeceu a parceria de seu vice, Alcimar Oliveira (Kiko), além de Ideli Salvatti e Lédio Rosa, que disputam o Senado. Já Mauro Mariani (MDB) deu destaque a seu vice, Napoleão Bernardes, sem citar s candidatos ao Senado da coligação, Paulo Bauer e Jorginho Mello.

Fizeram bonito! A Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel) divulgou os vencedores do 7º Concurso de Redação, Desenho e Vídeo sobre Segurança com Eletricidade, realizado no estado pela parceria com a Celesc Distribuição. E os estudantes catarinenses deram um banho! Além da vencedora nacional na categoria Desenho 1 (6-7 anos), outros 13 catarinenses estão entre os dez melhores colocados de cada categoria. Na categoria Vídeo (16-18 anos), os estudantes de Santa Catarina ocuparam cinco lugares.

Valores O presidente da Celesc, Cleverson Siewert, comemorou o resultado. “Falar sempre sobre uso seguro e eficiente da energia elétrica é um desdobramento disso.” Foram premiados alunos de Iraceminha, Massaranduba, Lages, Concórdia, Jaraguá do Sul, Ilhota, Guarujá do Sul, Balneário Rincão e Içara.

Andréa Leonora
Editora Coluna Pelo Estado

AVISO

Receba gratuitamente notícias da comarca de Biguaçu em seu whatsapp. Clique no link abaixo, adicione nosso número (4898484-7539) e dê um OK.
bit.ly/WhatsJBFoco